27/04/2016

Nada Disso

(Modelo: eu, Foto: Julia Martins)


Eu nunca quis nada disso. A única coisa que eu queria era paz, um pouquinho de amor que viesse seria lucro. Eu nunca me senti assim. Amada!
Existem momentos na vida que somos incapazes de reagir ou tomar decisões por sermos apenas crianças. Sendo assim outras pessoas respondem por nós, mas será mesmo que o que foi decidido nos fará bem?
A gente cresce, amadurece, compreende. Mas só pra gente. Para o resto da população da cidade pequena e dentro da sua casa você é uma criança, você não consegue resolver nada sozinha. Pra que resolver algo sozinha? Você não precisa resolver isso, chama seu pai, cadê ele?
         Não é isso que eu busco, não é isso que eu quero! Eu não sai daqui pra isso, eu não sai do país sozinha para as pessoas pensarem que eu não sou capaz. Eu sou mais capaz que muita gente, e eu acredito nisso. Isso que importa que eu acredito nisso.
         Isso deixa de importar a partir do momento que não te deixam resolver uma coisa, não é qualquer coisa. Era uma coisa que eu não queria, que eu nunca quis, que agora se torna um tormento e me assombra.
“São os seus direitos” diziam, mas de que adianta cobrar de quem não tem? Criar um ódio gratuito a troca de algo que eu não fiz, que eu não desejei. Se pensarmos e analisarmos as circunstâncias por cinco minutos podemos tomar a atitude certa. É mais fácil sem impulsivo, imaturo, irresponsável e inconsequente, as consequências não recairão sobre você. Mas não venha me dizer que eu sou tudo isso, quem fez as decisões não fui eu.
E eu? Eu não queria nada disso! Eu só queria ser amada e ser considerada mais que a filha de alguém. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© DREAMY GIRL - 2015. Todos os direitos reservados.
CRIADO POR: SD DESIGN.
TECNOLOGIA DO BlOGGER.
imagem-logo